Algumas notas sobre as peculiariedades da língua japonesa. Penso muitas vezes que aprender japonês me levou a ver o mundo com outros olhos. Quero partilhar aqui um pouco da minha experiência com o meu amado nihongo.

18
Jan 10

 A língua japonesa é fortemente circunstancial.  Água diz-se normalmente "mizu" mas água quente será "o'yuu" (ah aqueles banhos de água tão quentinha) , água fresca de beber será "o'hiya" e num restaurante de comida ocidental podemos pedir "uootaa" o que só os mais avisados conseguirão entender como "water" :-)

 

A escolha do pronome pessoal pelo orador revela de imediato como ele se vê a ele próprio bem como a sua relação com o(s) ouvinte(s).  Por exemplo o pronome pessoal "eu" pode dizer-se em japonês:

  • watakushi
  • watashi
  • atakushi
  • atashi
  • washi
  • boku
  • ore

e se calhar ainda me escaparam alguns :-)

 

"Watakushi" é extremamente formal e pode ser usado tanto por mulheres como homens.  A sua escolha reflecte grande formalidade e respeito pelo ouvinte.  Ainda algo formal mas muito mais corrente temos "watashi" que também pode ser usado tanto por homens como mulheres.  

 

As mulheres, com o seu linguajar mais suave, podem optar por "atashi" o que reflecte logo um certo grau de amizade e proximidade com o ouvinte, embora não necessariamente intimidade. A escolha de "atakushi" é um verdadeiro malabarismo linguístico pois reflecte respeito na escolha da forma longa mas ao mesmo tempo uma certa proximidade que nasce da simplificação da primeira sílaba.  

 

Mas o uso de "washi" é que me surpreendeu muito a primeira vez que o ouvi. "Washi wakaran" dizia o meu chefe.  Foi uma situação bastante irónica pois eu não entendi que ele estava a dizer  "não entendo".  "Watashi ga wakarimasen" ou "watashi ga wakaranai" serão as formas "standard" de "washi wakaran" e eu não percebi o que o meu chefe queria dizer.  Curiosamente ele estava não só a dizer que não entendia como também, talvez, a chamar-me burro :-) pois a escolha de "washi" equivale a algo como puxar dos galões, dizer algo como "este eu, homem de idade e respeito" com um cheirinho de "acima dos da tua laia".  "Washi" é usado exclusivamente por homens já de uma idade respeitável.  Nunca ouvi este pronome na boca de ninguém com menos de 45 anos.

 

"Boku é o que mais correntemente se ouve na conversa entre amigos.  Tem uma certa conotação de "mimo" pois é o "eu" das crianças masculinas.  Quando nos dirigimos a rapazes na idade em que começam a falar dizemos "como está o boku-chan" como quem diz "e como vai o eu". É usado exclusivamente por homens, mas curiosamente a minha filha mais velha usava-o com frequência sendo sempre corrigida pela mãe :-)

 

"Ore" é o "eu" dos machões.  Entre amigos podemos optar por "boku" quando queremos ser mais congeniais ou "ore" quando queremos vincar a nossa posição. Em ambiente formal ou com estranhos o uso deste pronome é seguramente pouco educado e pode ser tomado como um insulto.  De uso estritamente vedado às mulheres.

 

Posto isto, eu fico-me hoje por aqui.  E felizmente o nosso sortido de "eus" permite-me não ter de pensar qual deles escolher :-)

 

 

 

 

publicado por Jaime Lebre às 15:29

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
22

25
26
27
29
30

31


arquivos
2010

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO